DotNet4

Não basta a indústria automotiva.. Moto também terá sensores..

Boa noite..

Moto do futuro tem dispositivo que impede queda: A empresa Lit lançou o protótipo C1, que apesar de ter apenas duas rodas, tem um dispositivo que impede o veículo de tombar. Com um giroscópio, que também foi usado no telescópio Hubble e na estação espacial internacional, a moto fica estável mesmo parada sobre duas rodas.

Fonte: Terra.

Ou seja.. quando eu bato tanto na tecla de sensores, internet das coisas, convergência e computação ubíqua, não estou brincando :).

Att.
Ricardo

Já imaginou misturar um sistema de busca, sensores e redes sociais?

Boa tarde..

Confrontando os dados dos sensores - como câmeras e microfones - e cruzando referências com resultados de redes sociais - como o Twitter - usuários poderão receber respostas detalhadas a perguntas como “Em que parte da cidade ocorreram eventos de música ao vivo, nos quais amigos estiveram recentemente?”, ou “o quão cheio está o centro da cidade?

O fundador do projeto europeu, conhecido como SMART (sigla em inglês para ferramenta de busca para conteúdo gerado em ambiente multimídia), será construído em tecnologia open source conhecida como Terrier – desenvolvida pela Universidade desde 2004.

Empresas como Atos, Athens Information Technology, Haifa Research Lab da IBM, Imperial College London, City of Santander, PRISA Digital, Telesto e Consorzio S3 Log, são parceiras do projeto. “O SMART foi baseado no conceito que conhecemos de ‘cidades inteligentes’. Espaços físicos são cobertos por sensores que se comunicam entre si e podem ser pesquisados com a finalidade de obter informações“, afirma o Dr. Iadh Ounis, da Escola de Ciências da Computação da Universidade de Glasgow. “Os resultados da pesquisa originados nessas cidades inteligentes podem ser reutilizados de várias formas, tornando o sistema mais eficaz.”

Fonte: IDGNOW.

Sensacional..

Att.
Ricardo

Telefone celular poderá virar seu terapeuta pessoal..

Boa noite..

Cientistas da Universidade de Medicina de Chicago (Estados Unidos) estão trabalhando em um celular que consegue identificar quando o usuários está depressivo, segundo o site Mashable. O dispositivo inteligente conseguiria sugerir à pessoa a procurar amigos ou alguém para conversar. Chamado de Mobilyze, o aparelho ainda está sendo desenvolvido, mas uma pesquisa realizada nos estudos prévios de produção indicou que o celular poderia ajudar a reduzir os sinais de depressão.

Segundo o site, o dispositivo poderia identificar a depressão graças a um sensor que interpreta a localização, nível de atividade (via acelerômetro), contexto social e humor. “Ao incentivar as pessoas a se comportar de maneira mais agradável, todas as vezes que há sinais de depressão, é possível melhorar a qualidade de vida delas”, disse David Mohr, um dos responsáveis pelo estudo. “Isso cria um ciclo de feedbacks positivos, pois a pessoa é encorajada a encontrar amigos, se divertir e ser feliz novamente. Ficar em caso sozinho tem o efeito oposto”, concluiu.

Fonte: Olhar Digital.

Att.
Ricardo

Aplicativo usa sensores para evitar queda de idosos..

Boa tarde..

Você provavelmente não ficará surpreso em saber que quedas são muito comuns entre pessoas com mais de 65 anos. Entretanto, o que é mais preocupante é que grande parte desses acidentes leva a sérios ferimentos, que, algumas vezes, resultam em morte. Em 2009, de 2,2 milhões de idosos americanos que sofreram uma queda, 581 mil acabaram hospitalizados, de acordo com dados do Centro de Prevenção e Controle de Doenças dos EUA.

Felizmente, pesquisadores do Virginia Tech e da Universidade da Virgínia criaram um protótipo de um dispositivo que poderá evitar esse tipo de acidente. A equipe desenvolveu um sistema de monitoramento com sensores que é capaz de medir quando há um risco de queda em potencial (a ser causada por um objeto ou um desnível na calçada, por exemplo). Colocado no tornozelo e com tamanho parecido com o de um iPod Mini, o grupo de sensores capta a velocidade do indivíduo, sua mobilidade e marcha. Logo, o que é considerado uma ameaça em potencial é percebido de acordo com os dados.

Fonte: IDGNOW

Muito bom.. parabéns..

Att.
Ricardo

Sensores vão mudar o mundo…

Boa tarde..

Pessoal, no início deste mês escrevi o texto “Brincando com sensores em smartphones“. Um pouco do que falei está aqui:

Vou começar este pequeno artigo com uma confissão: gosto muito de eletrônica, domótica e sensores. Não por acaso, os três itens tem uma relação muito estreita. Nos últimos dois dias resolvi dar uma pesquisada rápida na internet sobre o assunto. O que eu encontrei me deixou muito empolgado.

Primeiramente, o leitor poderia imaginar que algum dia teria um sensor cardíaco embarcado em um smartphone? Retirei este texto de uma matéria publicada no portal R7: A Apple pretende desenvolver sensores cardíacos que devem ser incorporados ao iPhone 4 – apresentado na semana passada – e a outros dispositivos para monitorar o ritmo do coração dos usuários do telefone e desbloquear o aparelho quando ele estiver protegido com senha.

……………..

E não é que hoje, me deparo com este texto: “Fabricantes de eletrônicos esperam celulares ainda mais inteligentes, graças a novos sensores“.

Vejam os parágrafos abaixo:

Em entrevista para o New York Times, um gerente da STMicroelectronics, Benedetto Vigna, afirmou estar animado (eu também estou, e muito, hehe) com os novos tipos de componentes eletrônicos que deverão equipar os gadgets do futuro, colocando mais poder nas mãos de desenvolvedores para a criação de aplicativos úteis/divertidos no dia-a-dia dos usuários.

Aprimoramentos para serviços de localização poderão ser obtidos através de altímetros, empregados para identificar a que altitude em relação ao nível do mar, mas com um nível de precisão capaz de determinar sua posição em relação a outras pessoas — caso ele esteja, por exemplo, no alto de um prédio.

Outros sensores, destinados a identificar batimentos cardíacos e o estado emocional dos usuários, ajudarão a ajustar apps e jogos de acordo com o seu humor ou capacidades físicas. Sensores de umidade e temperatura ajudarão a controlar o funcionamento do aparelho e evitar danos.

Em um futuro próximo, Vigna acredita que smartphones serão capazes até de aprender o estilo de vida de seus donos, de forma que sensores poderão ser usados para habilitar/desabilitar recursos ao reconhecer que os aparelhos não estão em uso.

……………..

Sem palavras. Aliás, somente uma frase. Sensores vão nortear a vida de todas as pessoas.

Att.
Ricardo

Eletrocardiograma no Android e Ultrasom no iPhone.. Uau!

Boa tarde..

Foi desenvolvido sistema de monitoramento cardíaco que permite ver o eletrocardiograma num aparelho Android. Com isso, a Imec, Holst Centre e TASS foram as primeiras a mostrar uma Body Area Network (BAN) conectada a um dispositivo móvel. Permitindo o monitoramento remoto do coração, cérebro, músculos e outras funções de pacientes.

O sistema funciona com um sensor acoplado na entrada SD do aparelho que se comunica em tempo real com os sensores que estão no corpo da pessoa. Esses sensores funcionam com nRF24L01+ ao invés do bluetooth. Veja o vídeo:



FonteandroidBrasil.

—————————-

Veja também este vídeo:



—————————-

Sensacional..

Att.
Ricardo

Sensor Corporal para Smartphones

Boa tarde..

O PortalExame divulgou um texto muito interessante.

O texto fala sobre a possibilidade de empresas de sensores corporais, como a BodyMedia, implementarem a comunicação de seus produtos com smartphones através de Bluetooth.

Vejam estes dois parágrafos:

Em entrevista ao jornal NY Times, John Stivoric, Chefe de Tecnologia da BodyMedia, afirmou que a empresa vem se comunicando com a Apple e o Google para desenvolver esta aplicação para smartphones.

“Isto possibilitará que uma pessoa monitore uma coleção de 9 mil variáveis - entre atividades físicas, calorias gastas, batimentos cardíacos, eficiência do sono, entre outros -, coletados pelos sensores da braçadeira do BodyMedia em tempo real“, explica Stivoric.

———————-

Sensacional não é?

Att.
Ricardo

Microsensor perpétuo já foi criado…

Boa noite..

Estou navegando no site Inovação Tecnológica quando encontrei o texto “Microssensor perpétuo captura sua própria energia“.

Segundo a fonte:

Engenheiros da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, construíram o menor sensor autônomo já construído, alimentado por energia solar, com apenas 9 milímetros cúbicos.

O minúsculo aparelho poderá finalmente viabilizar uma série de tecnologias promissoras, mas que ainda dependiam de miniaturização das fontes de alimentação.

Suas aplicações incluem implantes biomédicos e redes de sensores ambientais, destinados ao monitoramento de pontes e outras grandes obras de construção civil, além de coletar dados ambientais propriamente ditos, como a qualidade do ar e da água.

——————————–
Você acha isso pouco?

Então veja mais estes parágrafos:

Os pesquisadores já estão trabalhando com colegas médicos para explorar o potencial de aplicações do novo dispositivo na área da saúde.

O microssensor permitirá a criação de formas menos invasivas para monitorar mudanças da pressão nos olhos, no cérebro e em tumores em pacientes com glaucoma, traumas na cabeça, ou câncer.

No corpo, o sensor poderá retirar sua energia do movimento ou do calor, em vez da luz.
——————————–

Sensor para mudanças da pressão nos olhos.. e agora?

Att.
Ping

Chip com sensor de movimento..

Boa noite..

Saiu no IDG NOW: “Vivo terá chip com sensor de movimento“.

Segundo a fonte:

A operadora de telefonia móvel Vivo lançará no Brasil, em parceria com a Oberthur, os primeiros chips SIM com detecção de movimento, divulgaram as empresas na terça-feira (16/2).

Chamado de SIMSense, o cartão detecta movimentos para acessar aplicativos no celular. Com ele, basta que o usuário balance, toque ou incline o aparelho para acessar os aplicativos desejados. O funcionamento independe do modelo ou da marca do celular.

O cartão SIMSense foi lançado durante o Congresso Mundial de Telefonia Móvel de 2009, em Barcelona. (Espanha). Inicialmente, apenas os clientes da Vivo no Rio de Janeiro terão acesso à tecnologia.

—————————

Interessante esta tecnologia :)..

Att.
Ping

Fiquei feliz e depois triste.. :(

Boa noite..

Li uma notícia que me deixou extremamente feliz, foi no blog Mobideia, em um post chamado “Lançado um Add-on Mobile Sensor API para Nokia 5800 Xpress“. Como já foi discutido aqui no Mobilidade é Tudo, a Mobile Sensor é uma especificação da Sun para que dispositivos Java ME possam capturam dados de sensores, dos mais diversos tipos, deste sensores conhecidos, como acelerômetro, até outro sinistros, dependendo da implementação do fabricante. Sendo assim, fiquei doido quando li “acabei de descobrir que no site do Fórum da Nokia foi lançado recentemente um pacote de instalação para o Mobile Sensor API em aparelhos Symbian 5nd Ed. para desenvolvimento de aplicativos em Java”, porém, minha felicidade logo acabou quando reli a parte Symbian 5nd Ed., o único Nokia que tenho aqui é uma versão inferior. Porém, de qualquer maneira, é uma bela iniciativa da Nokia e uma boa ajuda para disseminar esta JSR…

Att.
Ping